Quais veículos necessitam de AET?

By setembro 24, 2019Como Fazer AETs

Quais veículos necessitam de AET?

By | Como Fazer AETs | No Comments

As empresas de logística, seus funcionários e os motoristas autônomos sabem que obter uma AET é importante e necessário em determinadas situações. Contudo, antes de pedir a autorização, é fundamental saber se seu veículo precisa realmente dela, é isso que veremos a seguir.

Quer relembrar o que é uma AET, veja aqui!

Quais veículos precisam de AET

Um tipo de automóvel que necessita portar a AET é o que transporta cargas indivisíveis. Essas não podem ser divididas para o transporte sem causar danos ou riscos. Alguns exemplos de cargas indivisíveis são guindastes, pás eólicas, máquinas agrícolas, silos, equipamentos de construção, entre outros.

Por isso, exigem um veículo maior para o carregamento e esse excede o peso e as dimensões tradicionais estabelecidas pelo CONTRAN. De acordo com a Resolução 210/06, a largura máxima do veículo deve ser de 2,60 metros e a altura de 4,40 m.

O comprimento limite para os não-articulados tem que ser 14 metros e para os articulados com duas unidades (caminhão-trator e semirreboque) 18,60 m. Quanto ao peso, o máximo é distribuído por eixo ou conjunto de eixos do caminhão. Os que ultrapassarem esses valores têm que portar a autorização especial de trânsito.

Nessa categoria se encontram os veículos especiais, como os pranchas e linhas de eixos. Da mesma forma, os modelos que possuem um guindaste autopropelido e montado sobre o caminhão precisam levar a permissão durante o trajeto.

As Combinações Veiculares de Carga (CVC) também devem portar o documento. Entre os mais conhecidos desse grupo estão o rodotrem, bitrenzão e treminhão. Se o transporte de um produto for feito em contêineres ou um contêiner com altura superior a 4,40 m for carregado, o responsável tem, da mesma maneira, que viajar com a AET.

Se sua empresa possui caminhões tanques que realizam o transporte de cargas líquidas com implementos fabricados entre 2000 e 2007 e veículos baús com implementos registrados e licenciados até 13 de novembro de 2006, você também tem que conseguir a permissão.

Como pode-se perceber, o que é considerado não são as medidas da carga, mas sim do veículo que transita nas rodovias federais. A Autorização Especial de Trânsito vale somente para o Estado em que ela foi emitida, então, é muito comum o transportador precisar requerer mais de uma (na hipótese de o trajeto conter rodovias federais e de Estaduais).

Então, são vários procedimentos, diversos boletos e dias esperando cada uma das permissões serem liberadas. Se você quiser reduzir custos, pedir as  autorizações de maneira unificada, agilizar as emissões e pagamentos, o Xtrada pode ajudar você nessa tarefa!

Que tal visitar nosso site e conhecer um pouco mais do nosso trabalho?

 

0

Comentários

Xtrada